HOME > O ALUMINIO > EXTRACÇÃO / PRODUÇÃO
 
 
Na natureza o alumínio nunca é encontrado no seu estado metálico, mas como parte
de vários minerais onde normalmente está combinado com silício e oxigénio.
Bauxite
é a único minério do qual o alumínio pode ser extraído de uma forma economicamente viável.

Depois de extraído o minério (Bauxite), um processo químico é usado para extrair óxido de alumínio (Alumina) e um processo electrolítico transforma a alumina em alumínio.
São necessárias cerca de 4 ou 5 toneladas de bauxite para produzir 2 toneladas
de alumina que irão resultar numa única tonelada de alumínio.
 
  • Processo químico (Bauxite>Alumina)

O primeiro passo neste processo consiste em misturar bauxite triturada numa solução
de soda cáustica quente. Isto permite que o hidrato de alumina se dissolva
do minério. Depois da escória ser removida através de decantação e filtragem,
a solução cáustica é transferida para grandes tanques onde o hidrato
de alumina cristaliza. Este hidrato é depois seco e submetido a elevadas temperaturas
é transformado num pó branco e fino conhecido como alumina.

  • Processo electrolítico (Alumina>Alumínio)

A equação deste processo é 2Al2O3 + 2C = 4Al + 3CO2

A substância obtida no processo anterior é um composto de oxigénio (O2) e alumínio
(Al). Para obter metal a partir da alumina, estes elementos têm de ser separados
por electricidade num processo de fundição. Este processo tem lugar
em grandes recipientes bobinados a cobre através dos quais circula corrente eléctrica.
O fundo destes recipientes actua como cátodo (eléctrodo negativo).
Blocos de carbono (C) são suspensos por cima dos recipientes para actuarem
como ânodos (eléctrodos positivos). A corrente eléctrica que circula
por resistências mantém a mistura quente, derretendo-a e causando a separação
em oxigénio e alumínio; o oxigénio reage com os blocos de carbono transformando-se
em dióxido de carbono (CO2).
O alumínio fica no fundo do recipiente, no estado fundido.

Depois deste processo, o alumínio é tratado para garantir pureza e alguns elementos
são adicionados para aumentar a resistência ou conferir certas características especiais
à liga.
O alumínio é então, ainda no estado liquido, despejado em "lingoteiras" para solidificar
na forma de lingotes/biletes. Estes serão depois, através do processo de extrusão transformados em perfis.

 
 
 
 
 

© Copyright LA Alumínios 2009 All Rights Reserved