HOME > O ALUMINIO > HISTORIA
 
 

O alumínio é uma descoberta relativamente recente, no entanto, já nas antigas civilizações estava presente na arte, fabricação de utensílios e até na medicina.Vamos seguir a ordem cronológica...

 
5300 AC
Oleiros na Pérsia antiga faziam potes e taças mais fortes usando um barro que consistia em grande parte em silicatos de alumínio hidratado.
 
2000 AC
 
Compostos de alumínio eram usados para cosméticos e fins medicinais pelos Egípcios e povos da Babilónia.O alumínio era conhecido como o "metal do barro" e por centenas de anos não foi possível isolá-lo através de nenhum método conhecido. Só em meados do século XVIII (depois de cristo), os químicos começaram a desvendar os seus segredos...
 
1782
 
O químico francês Lavoisier descreveu o alumínio como um óxido de um outro metal
 
1807
 
Concordando com a teoria de Lavoisier, o cientista Inglês Sir Humphrey Davy baptizou o alumínio (aluminum / aluminium) em 1807, sem ter tido, no entanto, sucesso na produção do mesmo.
 
1825
 
Uma pequena porção de alumínio foi produzida na Dinamarca por H C Oersted. Este cientista foi o primeiro a preparar alumínio metálico, e fê-lo através do aquecimento de cloreto de alumínio anidro com uma amálaga de potássio.
 
1845
 
O método de H C Oersted foi melhorado por Frederick Wöder que substitui a amálaga por potássio e desenvolvendo um método mais eficaz para desidratar o cloreto de alumínio.
 
1854 a 1859
 
Henri Sainte-Claire, francês, deu mais um contributo para o método até agora utilizado, substituindo o caro potássio por sódio, usando um cloreto de alumínio-sódio em vez do cloreto de alumínio. Henri é encorajado por Napoleão III a produzir comercialmente, e na exposição de Paris de 1855 barras de alumínio foram exibidas junto às jóias da coroa, sendo chamado como "prata feita de argila". Para a produção, Henri montou uma fábrica-piloto perto de Paris. No fim dos anos 50, deste século, as primeiras fábricas de produção comercial de alumínio foram estabelecidas em França e Grã-Bretanha.
 
1886
 
Charles Martin Hall (Oberlin, Ohio) e Paul L.T. Héroult (França) de 21 anos ambos, num episódio de espectacular coincidência, descobriram e patentearem, quase simultaneamente, o processo básico de produção de alumínio que ainda é usado nos dias de hoje. Este processo é conhecido por Hall-Héroult e consiste em dissolver alumina em criolite fundida e decomposta electroliticamente.
 
 
 
 

© Copyright LA Alumínios 2009 All Rights Reserved